Arquivo da categoria ‘Contos – Essas não importam a hora é só saudades’

O ano se inicia e com ele voltam todas as coisas que todo ano acontece como se fosse novinho em folha.
E com ele voltam as histórias, que a séculos o povo conta cada ano de um jeito,mas que na verdade,nunca some das culturas populares de todos os povos.
E como fosse novidade…a pauta do primeiro dia de trabalho foi: É esse ano….é esse ano….  – Esse ano o que?
Que o mundo vai acabá…. e é uma correria de gente querendo saber das últimas sobre o fim do mundo ,  e muié reza,e começa a chora por causa dos fiinho,do marido , que apesar de meter o chifre nelas,elas adoram o maridão…..
E contam que não sei quem que faz mandinga disse que é o mês que vem, mas a notícia de fundamental importância tem datas desencontradas.
E assim se passam horas e o fim do mundo não tenham dúvidas , é esse ano mesmo,os elementos são claros.
Faz me lembrar lá da minha terra , as Therma, o povo lá era barra,o fim do mundo já aconteceu prá mais de cem vezes…
O fim do mundo está próximo….e tava mesmo,todo início de ano, o  fim do mundo tava lá,batendo a nossa porta.
Mas essa histótia de fim de mundo,acabou me trazendo algumas boas idéias , já que ele vem mesmo e é esse ano,eu num vô fazê mai nada…
Decidi coça…num vô trabaiá,num vô nem troca as cueca….
Disandei…esse ano foi decretado O FIM DO MUNDO.

E prá que o mundo acabe do jeito que eu imaginei vou ficar aqui escutando minha moda!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Anúncios